quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Atualização janeiro

                 Esse  mês tenho algumas novidades para contar, alterei a planilha de acompanhamento mensal para uma projeção mais desafiadora já que estava defasado quase 40K. fechei o mês com patrimônio de R$  103.229,52 contra R$ 99.510,70.


                     Outra novidade que criei a planilha de %IF "copiada" de nosso amigo Dividendos e consegui completar 9,41% do nosso objetivo anual

     
                       A evolução total considerando as previdências ficou em 185k


                           Pelo sistema de cotas tive um rendimento positivo de 0,7% mesmo com Petrobras desabando, a empresa tem travado tanto minha carteira que se tivesse excluindo ela da minha  teria um rendimento de 8,5% sem considerar os dividendos, por isso coloquei a empresa em quarentena.


                            Minha carteira de ações ficou dessa forma:

                     
                               Minha carteira de Fii's ficou:


Composição :


resumo mensal:

                                Graças a diversificação da carteira consegui obter um resultado melhor, com o tempo alcançarei minha meta atuarial de 12%a.a.
                                Começarei a administrar patrimônio de terceiros será de grande responsabilidade por isso a cada dia estudarei mais e procurarei as melhores opções no mercado. Deixei claro que RV variável pode dar prejuízo mesmo tomando todas as precauções. Ponto positivo que terei que controlar os investimentos para que não ocorra confusão e começarei utilizar apenas a planilha do alem da poupança que utiliza o sistema de cotas.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Eternit pergunta ao RI

           
                Caros amigos, devido a polemica sobre amianto resolvi enviar uma pergunta ao RI da Eternit e gostaria de dividir com  vocês a resposta enviada pela empresa:

              Primeiramente gostaria de parabenizar o bom serviço de comunicação prestado pelo RI da Eternit, O que me trás a esse contato é a duvida quando a respeito da proibição do amianto caso ocorra a empresa pretende utilizar as fibras sintéticas e repassar o preço para o consumidor final ? Qual percentual do lucro será afetado caso ocorra essa proibição?


             Agradecemos o seu contato com a Eternit e suas palavras.

             A Eternit, com 72 anos de atividades, é a mais diversificada indústria de coberturas do país, com atuação nos segmentos de louças, metais sanitários e componentes para sistemas construtivos e se prepara para ter produtos do piso ao teto e ser a mais diversificada em materiais de construção do país.

            Em relação à questão do amianto, com base nos resultados do terceiro trimestre de 2012, cerca de 32% do faturamento líquido consolidado está ligado diretamente ao amianto, ou seja, à comercialização da fibra in natura; 50% de produtos de fibrocimento e 18% de novos produtos sem a utilização do amianto.

             Caso haja uma proibição abrupta, o que não se justifica e não faz sentido, a Companhia perderia cerca de 32% do faturamento líquido consolidado referente à comercialização da fibra in natura o que representa mais de 50% do lucro líquido.

             Independente do que ocorra é importante ressaltar que todo o parque industrial de fibrocimento da Eternit está sendo adaptado para a produção com ou sem amianto, sendo assim, os 50% do fibrocimento com amianto podem ser substituídos por outra matéria-prima (fibra alternativa), portanto não haveria perda. Estima-se que a substituição das telhas de fibrocimento com amianto por outras que não esse material pode representar um aumento de custos de cerca de 30%. Este custo seria repassado à preço, o que ocorrerá com todos os fabricantes, pois todos estarão na mesma base de custo. Há que se ressaltar que o mundo não tem fibras alternativas para suprir a demanda brasileira de amianto, ou seja, mais um motivo que não justifica a proibição abrupta.

             A Companhia se prepara para ser a mais diversificada indústria de materiais de construção do país. Para isso foi criado um Programa Estruturado de Expansão e Diversificação, que atua nas seguintes diretrizes:

·         Crescimento Orgânico: aumentar as atuais capacidades para vender o mais do mesmo.
·         Crescimento orgânico Diversificado: Inclusão de novos produtos no portfolio da Companhia, utilizando capacidade de terceiro ou desenvolvimento do produto.
·         Crescimento Inorgânico: Consiste em adquirir empresas do segmento de materiais de construção.

           As iniciativas deste programa já resultam em cerca de 18% do faturamento (3T12).  O objetivo é ter produtos do piso ao teto e ter em torno de 50% do seu faturamento, a longo prazo, ligado a diversificação, ou seja, novos produtos. Confira abaixo os novos produtos do portfólio da Eternit:

·         Louças, assentos e metais sanitários
·         Telhas de concreto e um portfólio de mais de 30 itens de acessórios
·         Filtros e mármore sintético

            A Companhia está convicta de que seus produtos são seguros para a população e que a realização de gestão sustentável em suas unidades, não coloca em risco a saúde de seus colaboradores, é o que aponta a pesquisa realizada por médicos ligados a importantes universidades brasileiras e do exterior, de renome, cujo objetivo, conforme projeto coordenado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, foi responder como está a saúde da população que utiliza telhas de fibrocimento e de trabalhadores na mineração.

            A Eternit entende que o Supremo Tribunal Federal irá considerar estas evidências técnicas e científicas para julgamento de mérito, não cedendo a pressões de grupos favoráveis ao banimento do mineral crisotila apenas com base na experiência europeia, que utilizou o amianto anfibólio, extremamente tóxico, sem os cuidados necessários, principalmente sob a forma de jateamento.

             A questão do amianto está no STF e temos que aguardar sua decisão, o que poderá ocorrer no final do primeiro trimestre deste ano. Independentemente do teor da decisão do STF, a Companhia irá atingir seu objetivo, se for com o amianto ela irá atingir em um menor prazo, se for sem o amianto, o objetivo também será atingido, porém em um prazo maior.


             Gostei muita da resposta, foram direto e sem rodeio. Saliento que essa informação não é uma recomendação de compra.
              Peço aos colegas que demonstrem seu ponto de vista e comentem sobre o assunto. Outra solicitação é que respondam a pesquisa do lado superior direito

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Compra mensal


                     O mês começou e eu não tinha muita ideia de onde iria investir meu dinheiro, até cheguei a fazer um post buscando alguns ativos para estudar os fundamentos, mas nada de interessante apareceu cheguei a cogitar cxtl11, porem o fundo não apresenta todos os fundamentos que considero essencial, pesquisei  outros FII's, analisei alguns prospectos e nada.
                    Resolvi Comprar Eternit, empresa bem gerida que tem passado por alguns problemas judiciais só irei importar o quadro do Bastter para esclarecer o que estou falando.

                 
                      Acho engraçado que o número de pessoas que morrem todo ano devido a cirrose, acidente de carro por estarem bêbadas, câncer devido ao cigarro e muito maior do que as pessoas que tiveram algum problema devido ao amianto. Ninguém fala em proibir o álcool e cigarro, não e desmerecendo o estrago causado pelo amianto.
                      No mês contabilizei a entrada que fiz em RNGO11 fundo que tem RMG ate meados de 2014 no valor de R$ 0,83, tem sofrido devido a vacância de 22% . Na verdade comprei esse fundo no final do mês quando já tinha fechado o rendimento anual.

            300 Ações da eternit pelo valor de R$8,56 corretagem R$ 10,00
            30 cotas de RNGO11 pelo valor de R$ 107,25 corretagem R$ 10,00

Ponto positivo: Consegui manter a meta e aportar R$ 2.568,00.
Ponto negativo: Não consegui comprar nenhum FII esse mês


Resolvi colocar esse vídeo sobre amianto na post para alguns esclarecimentos a respeito da produção no brasil contribuição do nosso amigo Alem da poupança

        Se alguém quiser sugerir algum ativo  estamos ai para dialogar a respeito, peço que comentem a respeito das compras.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

A importância do FGTS no financiamento imobiliário "Final"

                     Esse é o Terceiro e ultimo post sobre a importância do uso do FGTS no financiamento imobiliário. Começarei pelas premissas de concessão de financiamento.
                 
                      Para a simulação, considerei um trabalhador que busca à aquisição de um imóvel novo no estado de SP com valor aproximado R$ 100.000,00  e renda familiar bruta de R$ 10.000,00.

                   
                     O trabalhador deveria dar entrada  R$ 10.000,00 recurso que poderia ser retirado do seu FGTS, financiar o restante em 360 meses com prestação inicial de R$ 860,14 pelo SAC(sistema de amortização constante) e juros efetivos de 7,79% a.a + TR. Vou abrir uma ressalva para o juros pago no financiamento imobiliário no Brasil, se descontarmos a inflação que nos últimos anos ficou próximo a 5%a.a. pagamos um juros de 2,79%a.a. considerado baixo na atual conjuntura econômica.

               
                        Separei apenas apenas a primeira prestação para demonstrar algumas peculiaridades, toda mensalidade paga tem embutido as tarifas bancarias e o seguro, só nessa brincadeira já se foi R$ 45,04 ou 5,23% que vão direto para bancos e seguradoras. Observe que inicialmente temos um saldo devedor de R$ 90.000,00 e depois de pago a primeira parcela o saldo devedor continua em R$ 89.750,00, temos um poder de amortização de apenas R$ 250,00 contra um juros de R$ 565,07 dai a necessidade de pagar o mais rápido possível o financiamento. Temos uma poderosa ajuda nesse momento que é o FGTS.
                       Ainda sem considerar o fundo tracei um gráfico de como ficaria a amortização do saldo devedor:

                         Para se ter uma ideia ao final dos 360 meses o trabalhador pagou a quantia de
R$ 208.434,54 ou 2,31 vezes o valor da divida.
                        Considerando que o trabalhador juntou o dinheiro no fundo por 2 anos o mesmo teria próximo de R$ 19.200 que seria usado para amortizar as ultimas parcelas.

   
                         Só com esse aporte foi possível "matar" 77 parcelas e diminuir o tempo de financiamento em aproximadamente 7 anos. Vamos considerar que nosso herói continuou pagando suas prestações normalmente e esperou por mais 2 anos para dar uma "pancadinha" em seu financiamento sem considerar aumento de salário para não complicar ele obteve os mesmos R$ 19.200,00.

 
                           Dessa vez ele conseguiu dar mais uma "cipoada" em 78 prestações, vamos lá em 48 meses ele pagou R$ 38.709,19 de recurso próprio e adiantou mais de 155 parcelas com R$ 38.500,00 do fundo. A credito que desse ponto já ficou provado que não compensa deixar o FGTS parado, só para matar minha curiosidade vou ir um pouco mais a diante. seguindo as mesmas premissas anteriores em 6 anos.
                         
                               Nada mais nada menos que 76 parcelas novamente esse numero alto de parcela se da devido ir "atacando diretamente o saldo devedor". Para fechar as contas com o uso do fundo o trabalhador R$ 57.208,4 de recursos e R$ 57.750,00 do fundo.
                              No oitavo ano e possível quitar o financiamento. Os números finais ficaram em R$ 74.777,86 do trabalhador R$ 66.000,00 do fundo totalizando um valor de R$ 140.000 com economia de R$ 67.657,00.
                            Espero que tenham gostado e que seja útil algum dia.


quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Fundos imobiliarios, aceito sugestões para estudo !!!!

                    Pessoa, espero que esse blog seja um espaço democrático, no qual possamos compartilhar informações sobre: investimentos, finanças pessoais e assuntos diversos. Esse mês queria estar acrescentando mais um FII em minha carteira.
                   Só que ai vem o meu problema, não tenho encontrado nenhum que atenda meus pré-requisitos. Preciso da ajuda de meus companheiros para me indicarem um fundo que não esteja muito caro P\VP~1,rendimentos mensais acima de 0,8% ao mês, sem renda minima garantida e tem que ser de tijolo.
                   Caso não encontre nada com preço atrativo esse mês, comprarei ações da ETERNIT, empresa que se encontrada muito barata em relação aos seus indicadores mesmo com o problema do amianto.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Grendene (GRND3)

                    Para quebrar um pouco sobre os post's anteriores, hoje falarei um pouco sobre grendene e seus excelentes fundamentos.
                    A Grendene foi fundado em 1971 e é hoje uma das maiores fabricantes de calçados do Brasil. Reconhecido internacionalmente pelas marcas Melissa, Rider, Ipanema....
                    As principais vantagens da marca :
  • Força das marcas
  • Capacidade de inovação
  • Marketing agressivo
  • Processo produtivo diferenciado
  • Tecnologia proprietária
  • Pesquisa & Desenvolvimento
  • Verticalização
  • Escala de produção
  • Custo competitivo
  • Qualidade dos produtos
  • Logística
  • Nível de governança corporativa
  • Solidez financeira
                Com indicadores balanceados:

                 
                A empresa apresenta lucro crescente, caixa robusto e margen excelentes. O respeito com o acionista minoritário, sem rolos com o governo. Eu realmente admiro a administração dessa empresa junto com a Eternit são os melhores RI's do mercado.
            
                 A politica de dividendos


                 Não considerem essas informações como dicas de compra apenas mostrei os pontos positivos da empresa espero que gostem

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

A Importância do FGTS no financiamento imobiliário "parte2"

            Para comparar a diferença entre o rendimento do FGTS x inflação, criei as planilhas com intervalo de um 1 ano de rendimento.
Premissa:
             O colaborador tem um salário de R$10.000,00 com contribuição para o fundo de R$800,00

Rendimento de 3% ao ano +TR:

FGTS (3%+TR)
Contribuição mensal
Rendimento
Rendimento

 R$              800,00
0,30%
802,4

 R$              800,00
0,30%
              1.604,800

 R$              800,00
0,30%
              2.407,200

 R$              800,00
0,30%
              3.209,600

 R$              800,00
0,30%
              4.012,000

 R$              800,00
0,30%
              4.814,400

 R$              800,00
0,30%
              5.616,800

 R$              800,00
0,30%
              6.419,200

 R$              800,00
0,30%
              7.221,600

 R$              800,00
0,30%
              8.024,000

 R$              800,00
0,30%
              8.826,400

 R$              800,00
0,30%
              9.628,800

 R$            9.600,00
3,60%
0,30%


Considerando a inflação:

FGTS (Inflação)
Contribuição mensal
Rendimento
Rendimento

 R$              800,00
0,49%
803,92

 R$              800,00
0,49%
              1.607,840

 R$              800,00
0,49%
              2.411,760

 R$              800,00
0,49%
              3.215,680

 R$              800,00
0,49%
              4.019,600

 R$              800,00
0,49%
              4.823,520

 R$              800,00
0,49%
              5.627,440

 R$              800,00
0,49%
              6.431,360

 R$              800,00
0,49%
              7.235,280

 R$              800,00
0,49%
              8.039,200

 R$              800,00
0,49%
              8.843,120

 R$              800,00
0,49%
              9.647,040

 R$            9.600,00
5,88%
0,49%














       
    


         O rendimento do fundo ficou em R$28,8 contra R$47,04 da inflação. Colocarei o resultado em porcentagem para melhor visualização, o resultado do fundo ficou 65% menor em relação à inflação, ou seja, quem deixa o dinheiro aplicado no fundo para sacar na aposentadoria perde poder de compra. O interessante é que analisei apenas o 1º ano.
        As regras para utilização do FGTS:
        Para a 1ª utilização do fundo é necessário no minimo 3 anos de carteira assinada.
        Na 2ª  em diante o intervalo é de 2 em 2 anos.
          O trabalhador tem duas opções: 1ª manter o mesmo prazo de financiamento, mas diminuir o valor das parcelas; 2ª diminuir o prazo do financiamento pagando a mesma prestação.Do ponto de vista financeiro a melhor opção é a 2ªopção, já que o juros são cobrados sobre o saldo devedor, logo devemos reduzi-lo o mais rápido possivel, para alcançarmos nosso objetivo financeiro. 

         No ultimo e terceiro post mostrarei o poder de amortização do FGTS no financiamento imobiliário.

Obs. espero que tenham gostado  e caso queiram acrescentar alguma informação sintam-se a vontade.

domingo, 13 de janeiro de 2013

A importância do FGTS no financiamento imobiliário "Parte1"


              Há muito tempo penso em escrever sobre esse assunto e nunca tinha um tempo para estudar profundamente para dividir o conhecimento com os colegas. Muitas pessoas ouvem sobrem o FGTS, alguem já parou para pensar sobre a origem desse fundo?
              O fundo foi criado em 09/66 para apaziguar a relação de interesses empregado  x empregador, como também, garantir uma grana quando chegasse a aposentadoria. Só em 1986, 20 anos depois de criação o fundo foi colocado sobre a gestão da Caixa à principio as contas não tinham distinção, o dinheiro era todo misturado. O fundo nasceu com o intuito de auxiliar nas politicas governamentais nas áreas, habitacionais, infraestrutura e saneamento. Contribuiu e continua a contribuir a contribuir para  desenvolvimento do nosso país.
             Atualmente as empresas separam 8% de nosso salário  e depositam na conta do fundo,  alguns me questionaram se esse dinheiro não é de responsabilidade do empregador, como não existe almoço grátis o dinheiro já é descontado do seu salário assim que você assina carteira. Não seria melhor o colaborador administrar seu proprio recurso? A resposta é NÃO, o Brasileiro não tem habito de poupar e provavelmente gastaria todo seu money e não conseguiria comprar a tão sonhada casa propria. O governo como sabe dessa caractristica da população resolveu administrar essa parada. O rendimento estipulado ficou de 3% ao ano + TR(taxa referencial), muito pouco e não consegue nem empatar com a inflação vivenciada no Brasil, para se ter uma ideia o ano de 2012 fechou com a inflação em 5,84% ou seja perdemos dinheiro quando deixamos nosso suado dinheiro ser administrado pelo nosso governo.
           Já da para perceber que não podemos deixar esse recurso parado, por isso no próximo post farei uma simulação de como ficaria o abatimento de um  financiamento habitacional com aportes do FGTS.

Obs. Vou pedir uma coisa, comente o que vocês acharam do post para poder melhorar da próxima vez, acrescentem informações ou perguntem sobre o que não ficou claro.

sábado, 12 de janeiro de 2013

Previsão de aporte "Janeiro"

             Galera do bem, esse mês aportarei um pouco menos do que o previsto no mês de janeiro algo inedito até agora, o valor provisionado ficou em R$2.000,00 ou R$420,00 abaixo do previsto.
            Esse mês tive boas noticias, minha esposa conseguiu um emprego e não vai mais necessitar de minha ajuda integral e ainda irá me ajudar nas despesas, conversei com ela a respeito da importância de poupar para ter um futuro mais tranquilo e decidimos que ela começará a investir com uma parte de seu salário algo pequeno próximo a 12%. Minha mãe conseguiu uma pensão pequena, parte do já esperado, acredito que reduzirei a despeza com ela em pelo menos R$300,00.
            Ainda não decidi no que irei investir esse mês, estou pensando em acrescentar mais um fundo imobiliário em minha carteira, penso à principio ficar com 10 fundos, 5 de tijolo e 5 de papel.
           

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Orçamento familiar 2013

         
                Não tenho paciência de registrar todos meus gastos, por isso eu costumo nos meus orçamentos familiares jogar os valores um pouco para cima e separar um pouco para gastos supérfluos, não adianta eu ficar milionário e olhar para trás e descobrir que minha vida foi uma bosta.
               Prefiro viajar, passar dias com a família e comprar bons presentes e de vez em quando me presentear com algo de qualidade, esse ano me dei um tablet de presente só que ainda não recebi. Esse final de ano fui para costa dourada BA, lugar que eu recomendo a todas pessoas e conhecerem, passei lua de mel em Gramado RS lugar inesquecível.


                      Moro em um condomínio classe média, tenho um carro mais ou menos, não ligo para aparência ligo para qualidade se me leva para todos lugares com conforto já esta de bom tamanho,  planejo troca-lo em 2014 com 6 anos de uso e comprar um novo carro usado de 2 anos rsrsrsrsrs, comprar carro novo não compensa não entrarei em detalhe nesse post.
                   Vamos ao que interessa, meu orçamento ficou comprometido devido a gastos não previstos com minha mãe que tive que ajuda-la e decidi aos 45 minutos do segundo tempo retomar minha faculdade, já que quero ter uma segunda atividade profissional. Me casei e tive que comprar moveis, eletrodomésticos e aquela parafernália toda que a patroa gosta.


                     Ainda não pago tabela cheia na prestação do apartamento, pago atualmente 800 reais mensais só que esse ano acaba o juros de obra. o Cartão de credito esta alto devido ao equipamentos do casamento   acredito que deva estabilizar em torno de 500 até metade do ano. Minha mãe esta tentando aposentadoria algo que se ela conseguir fara diminuir consideravelmente meus gastos continuarei ajudando ela com 200 o seguro do automóvel pago 6 meses por ano e a diversão não abro mão já passo 14 dias confinados e não deixarei de sair e viajar.
                    Um conselho a todos que assim como eu buscam a IF, não sofram privações para poupar, afinal, a vida é uma só!!  ao invés disso planeje sua vida e controle seus gastos isso já te fará diferente de 99% da população brasileira, quiça mundial.

                 Estou postando muito ultimamente, porque irei embarcar ficarei 14 dias sem escrever. Observei que depois de ter retomado o blog  melhorei a qualidade de meus registros

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Vida de embarcado TPE (Tensão pré-embarque)


           Resolvi alterar o post sobre embarcado pois achei muito sem graça. Agora resolvi falar um pouco sobre o profissional que trabalha offshore  popularmente chamado de  "embarcado". Ao começar pela escala trabalhamos 14 x 21 ou seja trabalhamos 14 dias  e folgamos 21 dias, muitos diriam que somos privilegiados só que esquecem que são 14 dias por conta da empresa não podemos sair do ambiente de trabalho o que traz um cansaço mental imenso.  Já vi pessoas surtarem, e se acidentarem para desembarcar, nunca imaginei que o ser humano fosse capaz de se machucar para sair de um ambiente de stress.
            O ambiente de trabalho tem que ser o melhor possível já que passamos mais tempo com colegas de serviço do que com nossos familiares, mesmo assim nos sentimos tristes sozinhos e deprimidos varios colegas tem insônia cronica e outros fumam compulsivamente.

       
              Nem tudo são flores o ambiente é de stress constante a qualquer momento pode pintar uma emergência e não sabemos o que iremos encontrar algumas vidas se perderam em acidentes como o da foto acima onde explodiu um compartimento da plataforma p-36.
              Vamos de helicóptero até a plataforma experiencia incrível, na plataformas e comum vermos golfinhos, baleias e peixes de varias especies alem das paisagens maravilhosas como da imagem abaixo.

          A visão das pessoas é que embarcado ganha bem,  não é bem assim !!! Grande parte do salário são de adicionais como periculosidade, confinamento... As empresas não pagam a mais e sim pagam o que esta na legislação para esse tipo de atividade.

      Espero que consegui esclarecer algumas duvidas sobre essa atividade. Caso tenha alguma  duvida comente, caso não tenha duvidas comente também.